Superliga Masculina

  • Crédito: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté FUNVIC

    Leal, além de pivô da confusão, conseguiu superar a barreira do Taubaté na vitória desta terça.

Cruzeiro provoca 5º jogo, e briga

Time mineiro empata série por 2 a 2 e sai do ginásio Abaeté, em Taubaté-SP, irritando torcida rival
Por: Redação - 17/04/2018 21:22:25
1.117 visualizações

O Sada Cruzeiro mostrou que é um time que não pode ser menosprezado. Depois de ver a EMS Taubaté FUNVIC abrir 2 a 0 na série melhor de cinco das semifinais da Superliga masculina, a equipe mineira foi buscar o empate. Nesta terça-feira à noite, igualou em 2 a 2 o duelo, novamente com uma vitória por 3 sets a 0 (25-23, 27-25, 25-20). O resultado gerou tensão no ginásio Abaeté, em Taubaté-SP, onde a torcida local quase foi às vias de fato com jogadores cruzeirenses.

O princípio da briga foi que o cubano naturalizado brasileiro, Leal, fez gestos obscenos à torcida. Já na rede, na hora dos cumprimentos, o líbero Thales foi tirar satisfação com o ponteiro do Sada Cruzeiro. Os jogadores conseguiram apaziguar os ânimos, mas quando o time mineiro foi entrar no vestiário um grupo mais exaltado partiu para cima de Leal, que precisou entrar às pressas no reservado. Atletas da EMS Taubaté FUNVIC, além do técnico Daniel Castellani, tiveram que intervir para conter a torcida.

Após o entrevero, Thales e Castellani foram tácitos em afirmar que Leal fez gestos obscenos à torcida. O cubano-brasileiro foi impedido de dar sua versão. O capitão cruzeirense Felipe e o líbero Serginho preferiram exaltar a recuperação da equipe. “Mostramos que somos um time com vergonha na cara e sangue nas veias. Viemos buscar um resultado que muitos julgavam ser impossível. Agora, vamos decidir em casa, e com a mesma determinação”, afirmaram.

Na quadra, o Sada Cruzeiro foi fulminante no saque, quebrando a fluidez do jogo da EMS Taubaté FUNVIC. Além disso, nomes como Otávio e Wallace não tiveram em uma noite feliz, assim como Dante. Por outro, Uriarte achou a mão e Evandro desequilibrou no saque, enquanto Leal e Simón jogaram no alto nível de sempre. Ficou difícil para o time de Taubaté, que precisará recolocar os nervos no lugar e tentar emplacar uma vitória sexta-feira, às 21h30, em Contagem-MG, quando será definido quem vai para a final da temporada 2017/2018 contra o SESI-SP.

EMS Taubaté FUNVIC
Raphael, Wallace, Solé, Otávio, Ivovic, Dante e Thales (líbero)
Entraram: Madaloz e Ruiz
Técnico: Daniel Castellani

Sada Cruzeiro
Uriarte, Evandro, Simon, Isac, Filipe, Leal e Serginho (líbero)
Entrou: Rodriguinho
Técnico: Marcelo Mendez

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade