Superliga Masculina

  • Crédito: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

    Taubaté faz 3 a 0 na série semifinal e acaba com hegemonia do Cruzeiro.

Final paulista na Superliga

Taubaté e Sesi-SP vão fazer a final da Superliga 2018/2019
Por: Redação e agências - 14/04/2019 10:19:01

O Sesi-SP e o EMS Taubaté Funvic (SP) estão na grande final da Superliga Cimed masculina de vôlei 18/19. As duas equipes venceram neste sábado (13.04) e garantiram a classificação para a decisão ao passarem por Sesc RJ e Sada Cruzeiro (MG), respectivamente. Nas duas ocasiões, os finalistas fecharam a série melhor de cinco jogos em 3 a 0.

No primeiro jogo da noite, a equipe da capital paulista jogou em casa e venceu o Sesc RJ por 3 sets a 0, com triplo 25/21, e fechou o playoff. O oposto Alan teve atuação destacada, foi o mais votado no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e ficou com o Troféu VivaVôlei. O atacante ainda foi o maior pontuador do confronto, com 18 pontos (13 de ataque, quatro de saque e um de bloqueio). 

Ao final do duelo, Alan comentou sobre a partida e parabenizou a equipe da capital paulista pela classificação para final. 

“A equipe está vindo muito bem na competição. Hoje conseguimos estabelecer o nosso ritmo de jogo. Sacamos muito bem e nosso time está muito fortalecido para essa final. Todo o grupo está de parabéns por esse resultado. Para final não temos preferência e sabemos que os dois times da outra semifinal também são muito fortes. Espero que seja uma final muito boa para todos”, disse Alan. 

Pelo lado do Sesc RJ, o central Maurício Souza lamentou a derrota, mas ressaltou a boa atuação do Sesi-SP. “A tristeza é muito grande. Mérito deles, que foram melhores que a gente. Temos que sentir essa dor, infelizmente. Fizemos o máximo que podíamos, mas eles pararam nossos ataques e sacaram bem. Poderíamos ter feito mais, mas não conseguimos”, analisou Maurício Souza.

Na sequência, o EMS Taubaté Funvic levou a melhor sobre o Sada Cruzeiro mesmo atuando na casa do adversário. No terceiro jogo da série, a equipe comandada pelo técnico Renan venceu por 3 a 2, com parciais de 21/25, 36/34, 25/19, 19/25 e 15/12. O oposto do time mineiro, Evandro, foi quem mais pontuou, com 22 acertos no total, sendo 21 de ataque e um de bloqueio.

O ponteiro Douglas Souza foi o mais votado no site da CBV e, por isso, premiado com o Troféu VivaVôlei. Após o jogo, o campeão olímpico falou sobre a satisfação de estar em uma final e, ainda, sobre a premiação desta noite.

“Viemos para cá prontos e sabendo que, com toda a história no vôlei que eles construíram, eles não iam se entregar. Sabíamos que ia ser difícil ganhar e fechar a série em 3 a 0. Mas, soubemos contornar os momentos difíceis durante a partida e saímos daqui mais fortes para chegar à final. Não esperava pelo VivaVôlei hoje e fiquei muito feliz pelo troféu e pelo time”, disse Douglas.

O técnico finalista fez questão de enaltecer o trabalho realizado pelo adversário ao longo de toda a temporada. “É claro que estamos todos muito felizes com essa classificação, mas quero parabenizar o Sada Cruzeiro, que teve a coragem de colocar dois jovens de titulares o tempo todo, que são o Fernando Cachopa e o Rodriguinho. Hoje foi um jogo onde os detalhes fizeram a diferença, qualquer um podia sair vencedor e nos fomos agraciados com a vitória”, destacou Renan.

O comandante do Sada Cruzeiro, Marcelo Mendez, fez uma análise da temporada da sua equipe. “O time jogou de igual para igual, e deu o seu melhor. Não estamos felizes com este resultado, mas estamos tranquilos, porque deixamos tudo o que podíamos dentro de quadra. Agora é começar de novo e nos reorganizar para a próxima temporada. Mas não podemos também nos esquecer das coisas positivas que tivemos. Foi uma temporada difícil, de muita superação”, avaliou Mendez.

SUPERLIGA CIMED 18/19-SEMIFINAL

PRIMEIRA RODADA
06.04 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Sesc RJ, às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/23, 25/23 e 25/19)
06.04 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 1 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) (28/30, 19/25, 25/22 e 24/26)

SEGUNDA RODADA
10.04 (QUARTA-FEIERA) – Sesc RJ 2 x 3 Sesi-SP, às 16h30, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) (21/25, 25/19, 25/19, 22/25 e 10/15)
09.04 (TERÇA-FEIRA) - EMS Taubaté Funvic (SP) 3 x 1 Sada Cruzeiro (MG), às 21h30, no Abaeté, em Taubaté (SP) (25/15, 19/25, 16/25, 29/27 e 15/12)

TERCEIRA RODADA
13.04 (SÁBADO) – Sesi-SP 3 x 0 Sesc RJ, às 19h, no Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo (SP) (25/21, 25/21 e 25/21)
13.04 (SÁBADO) – Sada Cruzeiro (MG) 2 x 3 EMS Taubaté Funvic (SP), às 21h30, no Riacho, em Contagem (MG) (25/21, 34/36, 19/25, 25/19 e 12/15)

Compartilhe



Veja também...

2 Comentários

  1. ll mmDiz:

    A culpa de Cachopa ser titular é exclusiva do Marcelo Mendez,é ele q escala o time!Foi um absurdo Mendez insistir em Cachopa titular com Sandro na reserva!Sandro é mais alto,bloqueia melhor,e acerta a bola do Le Roux!Sandro tinha mais categoria pra jogar c/Le Roux do q Cachopa!O francês Le Roux foi um monstro no saque e no bloqueio,mas Cachopa o queimava no ataque!Le Roux jogando com Toniuti pela França é um atacante dificílimo de ser marcado,mas Cachopa não sabia jogar com Le Roux!Sander q é muito craque de bola pra virar algumas bolas espetadas do Cachopa na antena ou no bloqueio!Agora a pergunta q não quer calar: Como Sandro pode bancar pro Cachopa?Isso só na cabeça do Marcelo Mendez mesmo!Culpo Marcelo Mendez e sua insistência em Cachopa titular pelo fracasso do Cruzeiro!Sandro mais experiente,mais talentoso e melhor bloqueador q o Cachopa foi subutilizado,só entrava na inversão!Quem tinha q entrar só na inversão era Cachopa q não bloqueia!!!

  2. ll mmDiz:

    Renan DalZotto 3x0 Marcelo Mendez!Calou a boca de quem pedia Mendez na seleção!Renan fez história ao ser o primeiro técnico a vencer 3 vezes o Marcelo Mendez num playoff de Superliga!Depois de OITO finais de Superliga consecutivas,Renan é o primeiro técnico a tirar o Cruzeiro da final!Renan é o terceiro técnico q passa por Taubaté nesta temporada depois de Castelani e Navajas! Renan pegou um time desacreditado e irregular e o transformou em finalista de Superliga com mexidas pontuais e certeiras no time, pedidos de tempo e desafios nos momentos necessários! Renan já havia ganhado um PRATA no Mundial 2018 sem poder contar c/os pontas Lucarelli,Leal e Maurício Borges, c/Lipe com cotovelo contundido e c/o líbero Serginho aposentado deixando os donos da casa ITÁLIA e BULGÁRIA e times fortes como FRANÇA,RÚSSIA,EUA,CANADÁ,ARGENTINA e IRÃ pra trás! Renan foi o jogador que inventou o saque viagem e está no HALL DA FAMA do voleibol! Parabéns Renan!!!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade