Superliga Masculina

  • Crédito: Divulgação/CBV

    Experiente, Marcelo Mendez sabe que o jogo será difícil em São Caetano do Sul.
  • Crédito: Divulgação/CBV

    Nascido em São Paulo, William estará em casa no Ginásio Lauro Gomes.
  • Crédito: Divulgação/CBV

    Sada Cruzeiro é o time de melhor campanha na atual Superliga.

Sada Cruzeiro busca vaga na final

Tricampeão da Superliga, time celeste confia no seu jogo para chegar à decisão
Por: Redação - 01/04/2016 12:39:58

O Sada Cruzeiro já desembarcou em São Caetano do Sul, local do jogo contra o Sesi-SP na noite desta sexta-feira, às 18h30, no Ginásio Lauro Gomes. Para o atual bicampeão da Superliga – três vezes no total -, uma vitória em terras paulistas garante uma vaga na decisão da Superliga masculina, já que venceu o primeiro duelo em Contagem, Minas Gerais, por 3 sets a 1.

Na última quinta-feira, o elenco comandado pelo treinador Marcelo Mendez realizou o treino de reconhecimento da quadra. O argentino prevê um jogo complicado em São Caetano do Sul. “Sabemos que será uma grande batalha, com duas fortes equipes em quadra brigando pelo resultado. Precisamos de todo mundo focado, que todos façam o seu máximo”, alerta.

Capitão e levantador da equipe celeste, William confia nos companheiros e acredita que o Sada Cruzeiro está jogando um voleibol de alto nível. “Nós conseguimos um resultado excelente no primeiro jogo. Mas a gente já jogou num padrão muito alto, como na final do Mundial, então nos cobramos muito porque temos como parâmetro esses jogos em que jogamos muito bem, mas é difícil jogar sempre assim”, avalia.

O jogo 2 não será realizado no Ginásio da Vila Leopoldina, habitual casa do SESI-SP. Mesmo assim, o paulista William pensa que o torcedor adversário estará em peso no Ginásio Lauro Gomes e ainda deu uma provocada. “Acho que torcida que faz diferença mesmo é a nossa, não sei se muda tanto para eles sair da Vila Leopoldina, mas é bem perto de São Paulo e com certeza também estará cheio”, comenta.

Jogando em São Paulo, o levantador atuou várias vezes na quadra de São Caetano do Sul, conhecendo bem o campo inimigo. “Eu conheço bem o Lauro Gomes, joguei bastante lá enquanto estava nas categorias de base. O ginásio é muito bom, é grande e fechadinho, sempre gostei de jogar lá e acho que o time vai se adaptar bem”, finaliza.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade