Superliga Masculina

  • Crédito: Divulgação/CBV

    Wallace bloqueou, atacou e foi um dos destaques do Vôlei Brasil Kirin.
  • Crédito: Divulgação/CBV

    Funvic/Taubaté errou muito e saiu derrotado.
  • Crédito: Divulgação/CBV

    Vôlei Brasil Kirin fez uma partida perto da perfeição.

Vôlei Brasil Kirin continua na disputa

Com eficiência no saque e no bloqueio, time campineiro supera o adversário
Por: Redação - 01/04/2016 23:37:43

O pulso do Vôlei Brasil Kirin ainda pulsa. Nesta sexta-feira, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, o time da casa superou o Funvic/Taubaté, por 3 sets a 1 (25/22, 25/20, 21/25 e), e forçou o jogo 3 da semifinal da Superliga masculina. Contando com o apoio da torcida, o Brasil Kirin foi superior boa parte da partida.

Com a derrota, o Funvic/Taubaté recebe o Vôlei Brasil Kirin, nesta terça-feira, no Ginásio do Abaeté. Quem vencer enfrenta o Sada Cruzeiro na final da Superliga.

O Funvic/Taubaté começou o jogo mostrando a sua força. O time visitante abriu uma pequena vantagem no início da partida, 8/6. Mas, ao longo do tempo, os jogadores do Vôlei Brasil Kirin foram esquentando e o time campineiro entrou no jogo. O Taubaté forçava o saque e contava com o forte ataque da estrela Lucarelli. O Vôlei Brasil Kirin não ficava atrás, Wallace também fazia um estrago na defesa adversária. O time campineiro aumentou o volume de jogo, o bloqueio apareceu e o Brasil Kirin fechou o primeiro set, 25/22.

O segundo set começou mais favorável ao Vôlei Brasil Kirin, os saques de Wallace quebrava o passe taubateano. Com isso, o time da casa fez 8/4. A instabilidade se fez presente no ataque do Funvic/Taubaté, os erros aconteciam frequentemente. Aproveitando as falhas do adversário, o Vôlei Brasil Kirin contou com a excelente passagem do Wallace no saque e aumentou vantagem, 16/9. Com o placar dilatado, o time campineiro controlou o jogo e venceu o segundo set, por 25/20.

O terceiro set foi mais equilibrado, no entanto, o Funvic/Taubaté continuava errando. O Vôlei Brasil manteve-se bem no jogo e na chegada do primeiro tempo técnico, vencia por 8/5. Wallace estava com tudo, os bloqueadores do Taubaté não conseguiam impedir os ataques do oposto campineiro. O time taubateano reagiu no jogo, devido às sequências de pontos de saque do Lucarelli.

Um dos destaques do terceiro set, Lucarelli participou de um lance polêmico da arbitragem, ficou nervoso e tomou um cartão vermelho – no voleibol isso significa um ponto para o adversário. Mesmo assim, o Funvic/Taubaté teve tranquilidade no ataque e fechou o set, 25/21.

No quarto set, os dois ataques estavam jogando de uma forma eficiente. O Vôlei Brasil Kirin não perdeu a concentração dos outros sets e obteve sucesso no saque e no bloqueio. O Funvic/Taubaté diminuiu os erros, mas ainda estava longe do desempenho dos outros jogos. O que facilitou a vida do time campineiro, vencendo o set, por 25/14, e a partida por 3 sets a 1.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade