Superliga Feminina

  • Crédito: Divulgação/Sesc RJ

    A ponteira Kosheleva já jogou com a levantadora Fabíola, na liga russa.

Sesc pega Bauru e encara como uma "decisão"

Time carioca considera este confronto importantíssimo na sua recuperação na tabela
Por: Redação e assessorias - 04/02/2019 13:33:09

Em uma campanha de recuperação, o Sesc RJ terá sua primeira “final” da temporada diante do Bauru nesta terça-feira (05.02). Adversárias diretas na briga pelas primeiras posições da tabela da Superliga Cimed Feminina 18/19, as equipes entrarão em quadra às 19h, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. O time carioca precisa da vitória para continuar sua busca pelos primeiros lugares e para se distanciar do pelotão de baixo. Atualmente o Sesc RJ ocupa a quarta posição, com 28 pontos, enquanto o Bauru está em sexto, com 23.

Enquanto a equipe comandada pelo técnico Bernardinho somou nove pontos com três vitórias no returno da Superlgia, o Bauru fez apenas dois: teve duas derrotas e uma vitória no tie-break. Mesmo assim o pensamento na equipe carioca é de respeito e responsabilidade. Afinal, os times estiveram frente a frente duas vezes na temporada (uma pela Superliga e outra pela Copa Brasil) e cada um venceu um confronto por 3-2.

“Faremos um jogo extremamente importante nesta terça-feira. Sempre digo que todos os jogos são importantes, mas Bauru é um adversário direto. Se conseguirmos uma vitória, nos distanciamos delas e continuamos na caminhada para tentar subir na tabela de classificação da Superliga. Já sabemos que será um jogo duro. Fizemos dois 3-2 com elas. Perdemos o último confronto, pela Copa Brasil, mas vimos que foi decidido nos detalhes. Sabemos do nosso potencial e tudo o que temos que fazer. Vamos entrar muito concentradas para tentar sair com mais um resultado positivo”, disse a levantadora e capitã Roberta, lembrando os pontos fortes do adversário.

“O Bauru é uma equipe com muita potência, com a Diouf na saída e com a Tiffany. Além, é claro, da Fabíola, que é uma grande levantadora e sabe bem como ativar suas armas”, analisou.

Outra jogadora do Sesc RJ que citou a levantadora Fabíola foi a ponteira Kosheleva. A jogadora russa fez uma homenagem para a amiga, que fez aniversário, nas suas mídias sociais e lembrou da época em que jogaram juntas em sua terra natal.

“Fabíola é uma das melhores levantadoras do mundo e foi um prazer ter jogado com ela na liga russa. Fico muito feliz de vê-la jogando em alto nível novamente aqui no Brasil”, afirmou Kosheleva.

Sobre o confronto com a equipe do interior paulista, a ponteira russa também não pensa nos resultados negativos do Bauru no returno da Superliga, mas no bom momento de sua equipe.

“Eu não penso e nem me importo com os resultados do Bauru. Meu pensamento está todo em nossa equipe, em como estamos jogando e, é claro, que os últimos resultados nos deixam com um astral bem positivo, prontas para fazer um bom jogo e para conseguir uma vitória”, finalizou.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade