Superliga Feminina

  • Crédito: Divulgação

    Praia Clube precisa da vitória, nesta sexta(26), para provocar a terceira e decisiva partida.

Será que acaba hoje?

Segunda partida da final, nesta sexta(26), poderá definir o campeão da temporada
Por: Redação e assessorias/CBV - 26/04/2019 15:06:18

Nesta sexta-feira(26), às 21h30, acontecerá a segunda partida da série melhor de três da grande final da Superliga Feminina 2018/2019, no ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia (MG), entre os times do Dentil/Praia Clube e Itambé/Minas, ambos os times de Minas Gerais.

A partida será crucial para os donos da casa, que com toda a certeza terá o ginásio completamente lotado, pois somente a vitória manterá viva o sonho do bicampeonato para as meninas do time de Uberlândia, para empatarem a série final e provocarem o terceiro e decisivo jogo. Já para o visitante, mais uma vitória trará o título, que não conquista desde a temporada 2001/2002.

As duas equipes contam com um trunfo no meio de rede. As centrais Carol Gattaz, do Itambé/Minas, e Carol, do Dentil/Praia Clube, tem em comum, além do nome, a boa fase e o destaque nas estatísticas da competição. Gattaz lidera na eficiência de ataque, enquanto Carol tem o melhor bloqueio. No jogo do último domingo (21.04), as duas atletas deram um exemplo prático sobre estes números.

Gattaz, junto com a ponteira Gabi, teve o melhor aproveitamento no ataque pelo lado do Itambé/Minas, com 50% de acertos. A central de 1,92m tem 37 anos e é uma das mais experientes do time de Belo Horizonte (MG). A jogadora espera um duelo ainda mais difícil na segunda partida da decisão.

“A gente sabe que este segundo jogo será mais difícil. Elas estarão jogando em casa, o ginásio estará lotado. Sabemos que elas virão fortalecidas, querendo muito a vitória. Por isso precisamos estar ainda mais concentrados que no primeiro jogo, temos que estudar bastante e entrar forte neste segundo confronto, que será bem mais complicado”, disse Gattaz

Já Carol foi a maior bloqueadora da partida, marcando nove dos 22 pontos do Dentil/Praia Clube neste fundamento. A central faz coro com a xará em relação ao equilíbrio esperado para o próximo confronto valendo o título da temporada.

“Com certeza será mais um jogo superequilibrado por serem duas equipes que se enfrentaram muito ao longo do campeonato e se estudaram muito também. Acredito bastante na nossa equipe. Será um jogo importantíssimo e esperamos fazer o melhor para neutralizá-las, e assim conseguir a vitória que nos levará para o terceiro confronto. Continuamos com fortes treinamentos e ajustando todas as táticas porque acreditamos que será um jogo decido nos detalhes”, comentou Carol.

Para chegar à final, o Itambé/Minas passou pelo Curitiba Vôlei (PR) nas quartas de final e pelo Osasco-Audax (SP) na semifinal. Já o Dentil/Praia Clube eliminou o Fluminense (RJ) nas quartas e o Sesi Vôlei Bauru (SP) na semi.
Histórico em finais da Superliga

O Dentil/Praia Clube chega à final da Superliga pela terceira vez. Na temporada passada (17/18) ficou com o título ao superar o Sesc RJ. Na edição 2015/16, o time de Uberlândia ficou com o vice-campeonato ao ser superado pelo Rexona-AdeS na decisão em jogo único por 3 sets a 1.

O Itambé/Minas, na época MRV/Minas, venceu a Superliga pela última vez na temporada 2001/2002. A equipe mineira chegou pela última vez na final na edição 2003/2004 quando foi superada pelo Finasa/Osasco (SP).

Compartilhe



Veja também...

1 Comentários

  1. ll mmDiz:

    Que Furacão foi Lavarini q chegou no Minas?Lavarini transformou as "rejeitadas" do Zé Roberto em uma máquina de ganhar títulos!Macris,Gattaz,Mayany,Mara e Bruna Honório são as rejeitadas q nunca tiveram chances verdadeiras devido à panela do Zé!Lavarini humilhou Zé Roberto mostrando q essas jogadoras desprezadas por ele são muito talentosas,bastava serem trabalhadas por um bom técnico,ao ponto de MAYNY ser eleita a Melhor Central do Mundial de Clubes e Macris a melhor levantadora!Isso só reforça q o Zé Panela tem estar fora da Seleção URGENTE!Antes de Lavarini,o Minas era um time q chegava aos playoffs,mas não ganhava títulos!Lavarini já começou quebrando a hegemonia de títulos Mineiros do Praia logo q chegou ao Minas!O Praia era o dono do voleibol em MG e Lavarini transformou o Praia em freguês do Minas!Lavarini entrou p/história do Minas como o técnico q conquistou mais títulos no menor período de tempo, fenômeno!Boa Sorte ao Lavarini na Korea!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade