Superliga Feminina

  • Crédito: CBV

    Fabi seemocionou, após o jogo, com a despedida de Verê e Fofinha.
  • Crédito: CBV

    Verê se despediu do vôlei aos 33 anos.

Fabi se emociona com adeus de Verê e Fofinha: "Daqui a pouco sou eu"

Líbero do Rio de Janeiro prestou homenagem às adversárias que encerraram a carreira após o jogo
Por: João Teixeira - 17/03/2016 17:27:17
2.268 visualizações

Após a derrota nesta terça-feira para o Rio de Janeiro por 3 sets a 0, o clima foi de despedida no time do Pinheiros. Com a eliminação nas quartas de final da Superliga, Verê, de 33 anos, e Fofinha, de 35, deram adeus às quadras.  No fim do jogo, Fabi, líbero do Rio de Janeiro, fez questão de prestar uma homenagem às companheiras, que foram aplaudidas por todo ginásio do Tijuca. 

Aos 36 anos, Fabi se emocionou com a despedida das companheiras de profissão porque sabe como é difícil tomar uma decisão dessas. A líbero não esconde que já esteja pensando nisso, mas admite que não é uma decisão fácil.

- Infelizmente esse momento é muito difícil para o atleta. Eu posso dizer isso de carteirinha porque também venho planejando isso. É difícil saber qual é a hora. Acompanhei isso também aqui com a Fofão. Mas, apesar de poder vê-las bastante seguras do que elas queriam, ainda assim é uma decisão difícil. Eu também me senti emocionada por elas. Daqui a pouco sou eu – afirmou a jogadora do Rio de Janeiro.

A líbero do Rio conta que fez questão de pedir os aplausos para as jogadoras como forma de retribuição pelo que elas contribuíram para o vôlei brasileiro.

- A Fofinha tem a mesma idade que eu, a Verê é dois anos mais nova. Então eu pude acompanhar a carreira dessas jogadoras e são jogadoras que contribuíram para o voleibol brasileiro. A Verê e a Fofinha foram campeãs nas categorias de base, jogaram em grandes clubes. Eu tenho muito respeito e admiração por quem contribuiu para o vôlei, independentemente de estágios. Acho que merecem a homenagem e o reconhecimento de todo mundo. Por isso que eu fiz aqui um pequeno gesto de carinho porque, por menor que seja, tenho certeza que elas ficaram felizes porque não é fácil esse momento.

Fofinha e Verê começaram a carreira profissional no mesmo time: o Osasco. No time paulista, elas conquistaram a Superliga 2002/03. Agora, juntas no Pinheiros, elas encerram a carreira. Após 20 anos como profissional, Fofinha ficou emocionada com o momento e não esconde que já sente falta das quadras.

- É difícil, né (decidir para de jogar)? Eu entrei hoje para o último jogo sabendo que podia ser o último. Um dia antes já começa a passar um filme na cabeça: Será que é meu último treino? Será que é meu último jogo? Será a última vez que vou aquecer assim? Dá um saudosismo já na véspera – afirmou.

Verê tambem ficou emocionada, mas agora só quer pensar na sua vida pessoal.

- Eu estou num momento de muita emoção, mas é um momento muito pensado na minha vida, em que eu já estava trabalhando isso há muito tempo na minha cabeça e não tinha melhor hora para acontecer isso para mim. É mudar o foco, pensar mais um pouco na minha vida pessoal. Chegou o momento, não tem chance de voltar atrás, já está decidido – contou a líbero.

O Rio de Janeiro enfrenta o Osasco pela semifinal, em São Paulo, na próxima segunda-feira, às 18h30.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade