Liga das Nações - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Se Maurício Borges (19) tivesse ficado em quadra, a história do jogo teria sido outra.

Brasil perde Maurício Borges, e o jogo

Seleção estreia com derrota por 3 a 2 para a anfitriã França, após perder importante peça na partida
Por: Redação - 04/07/2018 18:44:40

A seleção brasileira estreou com derrota por 3 sets a 2 (22-25, 25-20, 21-25, 25-22, 15-13) para a França na Final Six da Liga das Nações masculina. Porém, poderia ter vencido. O time vinha jogando mais que o rival quando perdeu o ponteiro Maurício Borges no final do terceiro set. O jogador fez um movimento brusco e sofreu torção no joelho direito. Obrigado a deixar a partida, foi substituído por Douglas Souza. Com isso, o Brasil perdeu sua força defensiva na rede, que vinha conseguindo frear Ngapeth.

A equipe médica da seleção não deu nenhum parecer oficial ainda sobre as chances de Maurício Borges disputar a partida desta quinta-feira, às 15h45 (horário de Brasília), contra a Sérvia. Se a seleção vencer por 3 a 0 ou 3 a 1, estará classificada para as semifinais, já que chegará aos 4 pontos e obrigará a França a ganhar o duelo contra a Sérvia, sob risco de a equipe anfitriã ficar fora das semifinais. A Final Six da Liga das Nações acontece na cidade de Lille, no norte da França.

Ngapeth não foi o maior pontuador do jogo. A primazia ficou com outro francês: Stephen Boyer. Earvin Ngapeth marcou 23 pontos. Já Wallace foi o principal atacante do Brasil, com 21 pontos. O jogador busca terminar o torneio como o maior pontuador absoluto da competição. Ele agora tem 236 pontos contra 273 do chinês Jiang Chuan. Maucío Souza, com 11, foi o segundo principal atacante do Brasil no jogo.

Na outra chave da Final Six, a Rússia teve mais tranquilidade para ganhar da Polônia por 3 a 1 (25-18, 25- 23, 22-25, 25-17). Nesta quinta jogam Estados Unidos e Polônia, às 13h (horário de Brasília). Se os poloneses perderam, dão adeus à Liga das Nações. O mesmo ocorre se o Brasil perder para a Sérvia por qualquer placar. O time nacional também já não tem Lipe, que lesionado sequer viajou para a França.

França
Boyer, Ngapeth, Le Roux, Le Goff, Toniutti e Grebennikov (líbero)
Entraram: Tillie, Rossard, Lyneel, Patry e Brizard
Técnico: Laurent Tillie
Brasil
Bruninho, Wallace, Maurício Borges, Lucas Loh e Thales (líbero)
Entraram: Lucão, Isac, Maurício Souza, Evandro, Douglas Souza e Éder
Técnico: Renan Dal Zotto

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade