Liga das Nações - Feminino

  • Crédito: FIVB

    Seleção brasileira venceu a China por 3 a 0 e enfrenta a Turquia nas semifinais, neste sábado.

Brasil atropela China e pega a Turquia

Seleção feminina avança para as semifinais como cabeça-de-chave após vencer anfitriãs por 3 a 0
Por: Redação - 29/06/2018 11:58:29

A seleção brasileira feminina vai enfrentar a Turquia às 4h (horário de Brasília) pelas semifinais da Liga das Nações. No grupo A da Final Six, o Brasil avançou como cabeça-de-chave ao vencer a China por 3 sets a 0 (25-20, 25-22, 25-22), em uma partida em que beirou a perfeição.

Se havia sido altamente eficaz contra a Holanda, diante da China a seleção atuou em alto nível ao longo de toda a partida, que durou uma hora e 40 minutos. Forçando o saque em cima de Ting Zhu, o Brasil conseguiu anular a principal jogadora chinesa.

Além disso, contou com uma partida inspirada de Tandara, que terminou o jogo como a maior pontuadora: 19 acertos. Ting Zhu, com 13 pontos, fez menos que Gabi, que cravou 14 bolas e voltou a ser decisiva para o Brasil, servindo como válvula de escape quando a China tentava marcar Tandara.

A técnica chinesa Lang Ping buscou todas as alternativas para sair da armadilha brasileira. Usou 12 atletas em quadra contra 10 que atuaram pelo Brasil. Porém, a China não conseguiu reverter o jogo. Rendeu-se ao saque forçado do Brasil, ao bloqueio bem articulado da seleção e ao ataque forte do time nacional.

Por causa da derrota, a China vai enfrentar os Estados Unidos nas semifinais. A equipe norte-americana venceu a Sérvia por 3 a 0 (29-27, 25-22, 25-19) e avançou com 5 pontos no grupo B contra 3 da Turquia e 1 da Sérvia.

Apesar dos dois jogos de alto nível contra Holanda e China, o Brasil descarta o favoritismo contra a Turquia. “É uma seleção perigosa, que segue a escola do Zé Roberto (José Roberto Guimarães trabalhou na Turquia) e que vai exigir muito do nosso time”, avalia Adenizia.

Na fase classificatória da Liga das Nações, o Brasil venceu a Turquia por 3 a 1, quando atuou em Ancara, na semana 2 do torneio da FIVB, que paga 1 milhão de dólares à seleção campeã.

Brasil
Roberta, Tandara, Gabi, Adenizia, Amanda e Suelen (Líbero)
Entraram: Bia, Monique,Carol e Jaqueline
Técnico: José Roberto Guimarães
China
Ting Zhu, Yuan, Liu, Yan, Gong e Lin (líbero)
Entraram: Diao, Zeng, Ding, Zeng, Li, Hu, Wang
Técnica: Lang Ping

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade