Liga das Nações - Feminino

  • Crédito: FIVB

    Seleção dos Estados Unidos começa a ameaçar a hegemonia chinesa no voleibol feminino.

EUA encostam na China no ranking

FIVB não atualiza lista desde agostos de 2017, mas tendência é que top4 mantenha as posições
Por: Redação - 02/07/2018 19:02:12
1.728 visualizações

Com o fim da primeira Liga das Nações feminina, competição que substituiu o Grand Prix, a expectativa é pelo ranking da FIVB. A lista não é atualizada desde agosto de 2017, mas a tendência é que o top4 não sofra alterações, ou seja, China, Estados Unidos, Sérvia e Brasil seguem ocupando as quatro primeiras colocações.

Com o título da Liga das Nações, os Estados Unidos devem diminuir a distância para a China. No ranking atual, a seleção chinesa tem 330 pontos contra 298 das norte-americanas. A Sérvia soma 272 e o Brasil 230. Se for adotada a mesma pontuação do Grand Prix, o campeão levará 50 pontos, o vice, 45; o 3º, 42; o 4º, 40; o 5º, 38, e o 6º, 38.

Neste caso, os Estados Unidos tendem a encostar na líder China, que assumiu o 1º lugar no ranking desde a conquista do ouro na Rio 2016. Das seleções que participaram da Final Six na cidade de Nanquim, na China, apenas a Holanda, que terminou em 5º lugar, deve subir uma posição no ranking, indo de 8º para 7º, superando a Itália, que foi 7ª.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade