+ Notícias

  • Crédito: Divulgação/Instagram/CBB

    Seleção feminina busca em Lima sua 12ª medalha em Jogos Pan-americanos.

Brasil estreia no Pan de Lima

Sob novo comando e filosofia de jogo, Seleção feminina encara o Canada nesta terça-feira
Por: Redação e assessorias/CBB - 06/08/2019 15:25:55

A Seleção feminina de basquete estreia nos Jogos Pan-americanos 2019 nesta terça-feira (6) contra o Canadá. A partida está marcada para às 15h30 (horário de Brasília) no Coliseu Eduardo Dibós, em Lima, no Peru. O Brasil está no grupo A da competição, ao lado de Porto Rico, Paraguai e Canadá.

A partida será a estreia do vitorioso técnico José Neto no comando do time feminino. Na visão do técnico, este primeiro desafio dará a chance de o grupo colocar em prática a nova filosofia de jogo proposta durante os treinamentos. “Será a primeira partida na competição neste novo processo da Seleção feminina. Estamos todos motivados, mesmo sabendo que o Canadá é uma equipe muito forte, que vem para a competição com favoritismo. Nosso objetivo para este compromisso é colocar em prática aquilo que trabalhamos durante a preparação, para que possamos fazer um jogo equilibrado e surpreender”, comentou.

Na sequência da primeira fase, o Brasil encara Porto Rico, na quarta-feira (7) e o Paraguai, no dia seguinte. Já o Grupo B da competição, nesta fase inicial, é composto por Argentina, Colômbia, Estados Unidos e Ilhas Virgens.

“Sabemos que este é um campeonato difícil, são jogos seguidos e cada um deles vai ter uma história diferente”, avaliou a pivô Clarissa dos Santos.

A Seleção feminina já subiu ao lugar mais alto do pódio em Pan-americanos (1967, 1971 e 1991). A última medalha de ouro foi conquistada no Pan de Havana, em Cuba, em 1991, quando a histórica geração liderada por Hortência e Paula venceu a seleção cubana, sob os olhares do então presidente de Cuba, Fidel Castro.

Chance única de medalha

Embora tenha tradição em Jogos Pan-americanos, o Brasil terá uma única chance de medalhar no basquete em Lima. Isso porque a Seleção masculina não garantiu classificação no torneio qualificatório da modalidade e ficou de fora pela primeira vez da competição.  

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade