Olimpíadas

  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Ponteira confia que o torcedor pode ajudar o Brasil nas Olimpíadas.
  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Fê Garay afirma que as russas estão preocupadas com o zika vírus.
  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Campeã olímpica, Fernanda Garay é um dos grandes nomes do voleibol brasileiro.

Fernanda Garay acredita no apoio da torcida

Craque do voleibol brasileiro, ponteira avalia os adversários do Brasil na temporada 2016
Por: Alessandro Pinheiro - 18/04/2016 12:43:31

Enfrentando o frio russo e jogando as competições europeias, Fernanda Garay está perto de retornar ao Brasil para defender a Seleção Brasileira feminina. A gaúcha, de 29 anos, é uma das referências do time de José Roberto Guimarães nos últimos anos. Experiente, Fernanda Garay avaliou as adversárias do Brasil no Grand Prix e nas Olimpíadas, e expôs o que espera da torcida brasileira na competição.

Em sua segunda temporada no voleibol russo, agora atuando pelo Dínamo Moscou, Fernanda Garay está convivendo com as melhores jogadoras e disputando os principais torneios europeus. Eliminado nas quartas de finais da Liga dos Campeões de Vôlei, o time da capital não se abalou e terminou invicto a primeira fase da Superliga russa. Por conta desses resultados, Fernanda Garay acredita que a sua temporada está sendo positiva. “Na Champions League, confesso que foi um pouco frustrante não chegar às semifinais. Agora, chegando ao final da Superliga russa, nosso foco é total para buscarmos o título. Olhando até aqui, acho que foi uma temporada muito boa, temos uma campanha bem sólida. Aprendi muito e estou muito motivada para o que vem pela frente”, disse.

Próxima de um possível adversário do Brasil na temporada, Fernanda Garay comentou sobre a Seleção Russa feminina e afirmou que as rivais estão preocupadas com o mosquito da dengue nas Olimpíadas. “Elas tiveram muito sucesso na classificatória europeia em janeiro, o que foi muito comemorado por aqui. Meu sentimento é que todas estão cheias de boas expectativas, mas com alguns receios como a epidemia de Zica, que preocupa bastante. Algumas me perguntam sobre isso. Mesmo com esses receios, acredito que elas querem muito essa medalha e vão brigar bastante por ela”, confessou.

Seleção Brasileira

Convocada para Seleção Brasileira, Fernanda Garay deve defender o esquadrão verde e amarelo no Rio de Janeiro. Depois de disputar e vencer os Jogos de Londres 2012, a ponteira está confiante que o torcedor brasileiro pode ser um fator positivo para o time. “O vôlei é um esporte muito querido e motivo de orgulho para o povo brasileiro, e claro que a expectativa é de uma grande atuação da seleção. Acho que o clima de Olimpíada e a torcida a favor tem tudo para nos fazer jogar ainda melhor. Temos uma geração de meninas muito boas e em grande momento, estou bem tranquila que a seleção vai fazer uma grande olimpíada e que faremos nosso melhor para conquistar a medalha”, afirmou.

Antes do Jogos Olímpicos, o Brasil vai disputar o Grand Prix. Pentacampeã da competição, Fernanda Garay conhece os caminhos para o título, mas, avaliando as adversárias, ela não sabe como as equipes chegarão ao torneio. “Na primeira fase do Grand Prix enfrentamos Itália, Japão, Sérvia, China, Bélgica e Turquia. Acredito que vamos fazer uma preparação muito boa, contra equipes muito fortes, mas sinceramente não sei com que pensamento as equipes que estarão nas Olimpíadas vão chegar para o Grand Prix”, reconheceu.

No dia 9 de julho, a Seleção Brasileira estreia contra a Itália, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro. A expectativa é que o time de Zé Roberto Guimarães esteja na ponta dos cascos. Entretanto, Fernanda Garay acha que o curto tempo de preparação faça o Brasil aproveitar as primeiras partidas para evoluir. “Acho que o prazo é apertado para todas as seleções. A maioria das competições estão acabando nos próximos dias. Então, acho que vamos usar as primeiras etapas do Grand Prix como preparação para chegarmos no auge da forma na fase final e nos Jogos Olímpicos”, afirmou.

Para alcançar os objetivos, Fernanda Garay confia no talento de suas companheiras, acreditando que a Seleção Brasileira segue forte rumo ao título do Grand Prix e das Olimpíadas. “Por tudo aquilo que conquistou, o Brasil é sempre concorrente ao título em qualquer competição”, finalizou.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade