Campeonato Mundial - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Lipe foi decisivo no jogo, apesar de ainda não estar 100% por causa de uma tendinite.

Brasil vence "final antecipada"

Seleção bate França no tie-break, em jogo de altos e baixos, mas emocionante entre forças do grupo
Por: Redação - 13/09/2018 17:14:44
1.764 visualizações

Brasil e França mostraram nesta quinta-feira por que são apontados como potenciais finalistas do mundial da Bulgária-Itália. Na cidade de Ruse-Bulgárias, as forças do grupo B proporcionaram um jogo disputado intensamente. As duas seleções alternaram altos e baixos, mas a seleção brasileira masculina foi decisiva no tie-break, ganhando com as seguintes parciais: 25-20, 25-20, 21-25, 23-25, 15-12.

A partida durou 2h10min, com o Brasil jogando muito bem nos dois primeiros sets e surpreendendo a França. Porém, a equipe europeia acordou no terceiro set, com a seleção caindo de produção e vendo Ngapeth comandar a partida. No quarto set, o time nacional conseguiu reagir, mas o principal jogador francês voltou a fazer a diferença e conduziu o duelo para o tie-break.

A seleção brasileira teve uma peça de referência, que foi o ponteiro Lipe. O jogador ficou boa parte da preparação se resguardando de uma tendinite no cotovelo esquerdo e não atuou contra o Egito, se poupando para o duelo contra os franceses. Sua entrada no time deu segurança no passe e permitiu que o time contivesse o forte saque francês, além de ajudar a ganhar o jogo na vibração e na catimba. Tanto que Lucão e Wallace reconheceram que a presença de Lipe foi fundamental.

Com o resultado de Brasil e França, quem saiu beneficiado foi o Canadá, que bateu o Egito por 3 a 0 (27-25, 30-28, 25-19) e assumiu a liderança provisória do grupo B, com 100% de aproveitamento. A equipe canadense soma 6 pontos, contra 5 do Brasil e 4 da França. Egito, China e Holanda ainda não pontuaram. O Brasil volta à quadra no sábado, às 14h30, para enfrentar a Holanda.

Brasil
Bruninho, Wallace, Lucão, Lipe, Isac e Thales (líbero)
Entraram: Douglas Souza, Evandro, Lucas Loh, Eder, William e Maurício Souza
Técnico: Renan Dal Zotto
França
Boyer, Ngapeth, Le Goff, Chinenyeze, Tillie e Grebennikov (libero)
Entraram: Toniutti, Roosard, Brizard, Patry e Lynnel
Técnico: Laurent Tillie

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade