Campeonato Mundial - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Holandeses comemoram vitória contra campeões olímpicos e encaminham classificação.

Brasil corre risco de cair na 1ª fase

Seleção perde por 3 a 1 para a Holanda e enfrenta líder do grupo B, o Canadá, na segunda-feira
Por: Redação - 15/09/2018 19:19:34
2.822 visualizações

A seleção brasileira enfrenta o Canadá na segunda-feira, às 14h30 (horário de Brasília) obrigada a vencer, sob risco de cair na primeira fase do mundial. O time nacional entrou em quadra neste sábado com chance de pleitear a liderança do grupo B, mas acabou perdendo por 3 a 1 (25-21, 20-25, 20-25, 21-25) e caindo para a 4ª colocação.

Na segunda-feira, caso venha a perder para o Canadá por 3 a 0 ou 3 a 1, a seleção se manterá com 5 pontos e verá China ou Egito encostarem. Se for a China, o Brasil decidirá a 4ª vaga no grupo na terça-feira, às 11h (horário de Brasília), enfrentando exatamente os chineses. Como 4º colocada, a seleção pode ir para a segunda fase caindo em um grupo forte.

Contra a Holanda, o ponteiro Douglas Souza e o central Lucão foram os maiores pontuadores do Brasil, com 13 acertos. Na busca pela vitória, o técnico Renan mexeu na formação da equipe, utilizando praticamente todos os jogadores. Apenas o líbero Maique não entrou em quadra.

Após a partida, o capitão Bruninho analisou o desempenho brasileiro. “Faltou volume de jogo para criarmos contra-ataque e ter oportunidades. Quando tivemos, não soubemos ter paciência de jogar, erramos e esses são pontos que, quando vacilamos, acabam pesando muito”, disse.

Para Renan Dal Zotto, a seleção deverá ter sangue-frio para as rodadas decisivas. “Em primeiro lugar, temos que dar méritos ao time da Holanda, que fez uma partida fantástica. Bem no saque, consistência no bloqueio e volume de jogo. Essa foi a grande diferença. Eles nos colocaram em dificuldade, mas sabemos que o único caminho agora é esfriar a cabeça, rever o jogo e já pensar na próxima partida”, afirmou Renan.

Brasil
Bruninho, Wallace, Isac, Lucão, Kadu, Douglas e Thales (líbero)
Entraram: Evandro, Wiliam, Éder, Lucas Lóh, Maurício Souza e Lipe
Técnico: Renan Da Zotto

Holanda
Ter Maat, Ter Horst, Parkinson, Van Garderen, Smit , Van Haarlem e Sparidans (líbero)
Entraram: Rauwerdink, Abdel-Aziz e Keemink
Técnico: Gido Vermeulen

Compartilhe



Veja também...

2 Comentários

  1. RogérioDiz:

    Vivemos numa democracia ou não ? A seleção vive uma ditadura então, só os politicamente corretos podem servir ,uma nação de.politicos corruptos , que sangram nossas riquezas. Quem é melhor para Governar o país ? Ficha limpa ? Depois ele troca de país que tem liberdade de pensar vamos lamentar, o valoroso jogador .

  2. HelenaDiz:

    E tomara que deixem de fazer campanha política para um candidato que faz apologia à Torturador e à Tortura. Se continuarem, vão perder a torcida e carinho de muita gente!??

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade