Campeonato Mundial - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Douglas Souza e Evandro fizeram a diferença na partida contra Bélgica, neste domingo.

Brasil leva susto, mas vence a Bélgica

Seleção perdia por 2 a 0, quando Renan deu um chacoalhão e colocou Douglas para comandar a virada
Por: Redação - 23/09/2018 19:21:18

A seleção brasileira masculina encerrou sua participação na segunda fase do mundial invicta, mas não sem tomar um susto. Diante de 5.200 presentes na arena PalaDozza, em Bolonha-Itália, o Brasil ganhou de virada da Bélgica por 3 sets a 2 (22-25, 23-25, 25-19, 25-15, 15- 12), depois de estar perdendo por 2 a 0.

Apesar de Evandro ter sido o principal artilheiro da partida, com 30 pontos, a seleção só reencontrou seu eixo quando Douglas Souza foi para a quadra, e fez a diferença desequilibrando a marcação da Bélgica e dificultando principalmente a recepção adversária com seus saques.

A presença de Douglas Souza também melhorou o passe e fez William crescer, municiando melhor Evandro e Éder. Antes de Souza ir para a quadra, o único titular que havia sido escalado por Renan Dal Zotto tinha sido o líbero Thales. Depois, nos sets finais, o treinador testou o líbero Maique, 21 anos, com sucesso.

A Bélgica entrou em quadra para o tudo ou nada, ainda sonhando com uma possibilidade reduzida de classificação, que conforme a rodada foi se desenrolando acabou desintegrando-se. O Brasil já entrou classificado para a Final Six, que começa quarta-feira, em Turim, na Itália, juntando-se à anfitriã Itália, aos Estados Unidos, á Rússia, à Sérvia e à atual campeã mundial, a Polônia.

A França surpreendeu negativamente, e está eliminada. A FIVB vai sortear os grupos da Final Six. Por enquanto, só há uma certeza: Sérvia e Rússia não ficarão no mesmo grupo, pois se classificaram como os melhores segundos lugares e uma estará no grupo I e outra no grupo J. Além disso, a Sérvia é a única que chega na Final Six sem nunca ter sido campeã mundial.

Brasil
William, Evandro, Maurício Souza, Éder, Lucas Lóh, Kadu e Thales (líbero)
Entraram: Wallace, Bruno, Isac, Douglas e Maique
Técnico: Renan Dal Zotto

Bélgica
Van Den Dries, Deroo, D'hulst, Grobelny, Verhees, Van De Voorde e Ribbens (líbero)
Entraram: Coolman, Valkiers, Rousseaux, Tuerlinckx
Técnico: Andrea Anastasi

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade