Campeonato Mundial - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Brasil derrotou o time reserva dos EUA e passou como primeiro colocado do grupo I.

Brasil encara a Sérvia nas semifinais

Nesta sexta-feira, seleção confirmou o 1º lugar de sua chave ao bater os Estados Unidos por 3 a 0
Por: Redação - 28/09/2018 16:54:36
1.524 visualizações

A seleção brasileira masculina enfrenta a Sérvia neste sábado, às 12h (horário de Brasília), pelas semifinais do mundial. O adversário do Brasil foi definido no jogo Itália x Polônia, quando os poloneses definiram o primeiro set em 25-14. Com o placar, os atuais campeões eliminaram os anfitriões e classificaram em 1º no grupo J.

A Polônia enfrenta os Estados Unidos, que passou como 2º do grupo I, enquanto o Brasil, 1º do grupo I, enfrenta a Sérvia, 2º do grupo J. Para garantir o topo de sua chave, a seleção brasileira ganhou do time reserva dos EUA, nesta sexta-feira, por 3 a 0 (25-20, 25-18, 25-19), em Turim, derrubando a única equipe que se mantinha invicta.

O time nacional também atuou com parcialmente com reservas. O oposto Evandro foi o maior pontuador da partida, com 19 acertos. O atacante pontuou em todos os fundamentos, sendo 15 de ataque, um de bloqueio e três de saque. “Sacamos e bloqueamos bem e fizemos a nossa virada de bola da maneira ideal”, disse Evandro.

Após a vitória, o capitão Bruninho, um dos poupados do dia, entrando apenas na inversão, fez questão de destacar a força do grupo brasileiro. “Nosso ponto forte é ter um time completo, contar com 14 jogadores que podem entrar e fazer a diferença. É difícil apontar um time titular ou reserva. O importante é que todos tenhamos ritmo de jogo”, garantiu.

Na partida, a seleção brasileira foi comandada pelo auxiliar técnico Marcelo Fronckowiak. O técnico Renan Dal Zotto cumpriu suspensão por atitude antidesportiva na vitória contra a Rússia. O treinador se desculpou nesta sexta-feira. Admitiu que errou e que nada poderia justificar aquela atitude (soltar uma bola na quadra para tentar anular um ponto do adversário).

Essa é a 6ª vez seguida que o Brasil chega à semifinal de um mundial. A seleção figura no top 4 desde 1998, repetindo a performance em 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018. A equipe busca seu quarto título mundial (2002, 2006 e 2010). Se for para a final, o Brasil vai decidir o mundial pela 5ª vez seguida.

Brasil
William, Evandro, Maurício Souza, Éder, Kadu, Douglas e Thales (líbero)
Entraram: Maique, Wallace, Bruno, Lucas Lóh e Isac
Técnico: Marcelo Fronckowiak
Estados Unidos
Kawika Shoji, Patch, Langlois, Mcdonnell, Jendryk Ii, Averill e Watten (Líbero)
Técnico: John Speraw

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade