Campeonato Mundial - Masculino

  • Crédito: FIVB

    Brasil comemora mais uma decisão: se for campeão, time se consolida como o campeão do século 21.
  • Crédito: FIVB

    Brasil fará sua quinta final consecutiva (2002, 2006, 2010, 2014 e 2018) do campeonato mundial.

Brasil espera EUA ou Polônia na decisão

Seleção elimina Sérvia por 3 sets a 0 e vai disputar sua quinta final seguida do mundial
Por: Redação - 29/09/2018 13:58:11
2.548 visualizações

Realizando seu melhor jogo no mundial, a seleção brasileira masculina simplesmente atropelou a Sérvia na semifinal, vencendo por 3 sets a 0 (25-22, 25-21, 25-22), neste sábado, em Turim-Itália, garantindo sua quinta decisão seguida no campeonato da FIVB (2002, 2006, 2010, 2014 e 2018).

Na decisão deste domingo, às 16h15 (horário de Brasília), a seleção brasileira vai em busca de seu quarto título mundial (2002, 2006 e 2010) para se firmar como o grande time do voleibol mundial neste século. “Colocamos em quadra toda a nossa tradição e isso fez o adversário sentir e nos respeitar”, resumiu o técnico Renan Dal Zotto.

Fato. A Sérvia entrou em quadra já conformada em ir para a disputa do 3º lugar. A seleção do leste europeu foi a única que entrou no Final Six sem nunca ter ganhado um título mundial, e isso pesou. Nem o principal atacante sérvio, Atanasijevic, conseguiu repetir o ritmo de outros jogos. Foi o principal pontuador da partida, com 16 acertos, mas bem abaixo de sua média, sempre superior aos 20 pontos.

No Brasil, o destaque foi o ponteiro-passador Douglas Souza, com 11 pontos. O jogador tem sido o principal destaque do Brasil no mundial, servindo de válvula de escape principalmente para Wallace, que neste sábado recebeu marcação especial e marcou 9 pontos. O segundo pontuador da seleção foi Lucão, com 10 acertos.

A seleção brasileira chega na decisão superando lesões e desfalques importantes, como Ricardo Lucarelli e Maurício Borges. Além disso, teve que recuperar jogadores decisivos entre a Liga das Nações e o mundial. O principal deles foi Lipe, que correu risco de corte. Vencidas as adversidades, o Brasil tentará confirmar neste domingo que é o “país do voleibol”.

Brasil
Bruninho, Wallace, Lucão, Lipe, Douglas Souza e Thales (líbero)
Entraram: William, Maurício Souza, Lucas Loh e Maique
Técnico: Renan Dal Zotto 

Sérvia
Atanasijevic, Kovacevic, Ivovic, Podrascanin, Lisinac e Majstorovic (líbero)
Entraram: Jovovic, Krsmanovic, Luburic e Rosic
Técnico: Nikola Grbic

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade