Campeonato Mundial - Feminino

  • Crédito: FIVB

    Tandara e Gabi: passaportes carimbados para Tóquio 2020.

Metade do grupo volta em baixa para Tóquio 2020

Das catorze jogadoras que disputaram o mundial, sete podem ter dado adeus às próximas olimpíadas
Por: Redação - 11/10/2018 17:14:09
5.034 visualizações

A lição que ficou para a seleção brasileira feminina, do mundial disputado no Japão, é que a renovação é inadiável para Tóquio 2020. Por isso, é muito provável que metade do elenco que obteve o 7º lugar no campeonato não consiga chegar nas próximas olimpíadas. Veja quem sai em alta e quem sai em baixa da seleção:

Tandara, oposta
Confirmou ser a principal atacante do Brasil, carimbou o passaporte para Tóquio 2020.
Fernanda Garay, ponteira
Já tinha se aposentado da seleção. Retornou por insistência do técnico José Roberto Guimarães. É aguardado o anúncio oficial de aposentadoria.
Gabi, ponteira
Imprescindível para Tóquio 2020.
Thaisa, central
Lesionada, pouco atuou no mundial. José Roberto Guimarães expôs a atleta, que merecia uma despedida melhor da seleção.
Adenizia, central
Havia a expectativa de que pudesse liderar o grupo. Acabou como reserva e mais distante de Tóquio 2020.
Bia, central
Mesmo lesionada, deu a cara para bater. Carimbou o passaporte para Tóquio 2020.
Carol, central
Havia espaço para protagonizar no mundial, mas não aproveitou. É uma incerteza para Tóquio 2020.
Drussyla, ponteira
Ganhou uma experiência importante para protagonizar em Tóquio 2020.
Gabi Gabiru, líbero
Ainda não foi, de fato, testada como líbero. Outra incerteza para Tóquio 2020.
Dani Lins, levantadora
Chegou como titular. Virou reserva. Pode estar se despedindo da seleção.
Rosamaria, oposta
Não foi nem sombra da Rosamaria de 2017. Futuras convocações em xeque.
Roberta, levantadora
Ganhou a posição de titular e carimbou o passaporte para Tóquio 2020.
Natália, ponteira
Foi a grande frustração do mundial. Menos por culpa dela, mais pela teimosia do técnico. Em forma, ainda tem serviços a prestar à seleção.
Suelen, líbero
Junto com Tandara, Gabi e Roberta, é imprescindível para Tóquio 2020.

Compartilhe



Veja também...

1 Comentários

  1. Serhio CastroDiz:

    2020 vai dar muita dor de cabeça psra o Ze Roberto. Temos atletas valorosas, guerreitas e tufo o msis. Mas mostraram muita limitação tecnica.para um mundial ou olimpíada. O Ze vai ter que montar um time psra 2024. 2020 já era. Nao se tem maid tempo... Infelizmente. Pra Olpis5da iremos porque a Argentina e muio limitada. Porem sera duro oassar para a 3a. Fase.Já somos fregueses da Alemanha e da Servia...

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

Publicidade
Publicidade
Publicidade