Mundial de Clubes - Feminino

  • Crédito: FIVB

    Equipe do Rexona-SESC comemora objetivo no mundial, mas quer mais.

Rexona tem vantagem sobre Volero

Nas estatísticas em mundiais, equipe brasileira soma duas vitórias contra uma do time suíço
Por: Redação - 12/05/2017 12:29:22
3.392 visualizações

Rexona-SESC e Volero Zurich, da Suíça, decidem vaga na final do mundial feminino de clubes da FIVB na madrugada deste sábado, às 3h40 (horário de Brasília). Após atingir sua meta no torneio, que era estar na semifinal, o técnico Bernardinho espera que a equipe atue sem pressão e mostre seu potencial máximo. “Fizemos uma partida duríssima diante do Dinamo, um time muito alto e fisicamente forte. Mas conseguimos atingir nosso primeiro objetivo aqui no Japão, que era a classificação para a semifinal. Agora, vamos ver o que podemos fazer”, disse.

Grande destaque do Rexona-Sesc na primeira fase do Mundial de clubes, Drussyla não se intimidou diante das gigantes russas. A jovem ponteira marcou 22 vezes e já ocupa a segunda posição nas estatísticas de pontuação da competição, com 55 no total, atrás apenas da estrela Goncharova, já eliminada do torneio. “Gradualmente, nossos contra-ataques e nosso sistema defensivo passaram a funcionar melhor. Além disso, foi fundamental termos jogado com inteligência no ataque, nos esquivando sempre que possível do forte bloqueio delas”, afirmou.

Rexona-Sesc e Volero Zurich já se enfrentaram três vezes em mundiais, com vantagem para o time brasileiro: 2 a 1. A primeira vez foi quando estiveram frente a frente na semifinal de 2013, em Zurique. Sob a batuta da levantadora Fofão, o time carioca contou com uma bela atuação das meios de rede Carol e Juciely, que marcaram 13 pontos cada uma, e com o poder de decisão da então oposta Sarah Pavan, que anotou 18, para fazer um categórico 3 a 0.

Sorteadas para o mesmo grupo no mundial de 2015, disputado também em Zurique, na Suíça, Rexona-SESC e Volero Zurich se enfrentaram duas vezes. Na fase de grupos, após uma verdadeira batalha, com parciais de (30-28, 25-22, 33-35 e 25-22), vitória das brasileiras por 3 sets a 1. A ponteira Gabi foi a principal pontuadora do time carioca, com 19 acertos, seguida de perto por Regiane, que anotou 17. Do outro lado, destaque para a oposta ucraniana Olesia Rykhliuk, que fez 28.

Rykhliuk, aliás, foi a protagonista do terceiro confronto entre as duas equipes. Com grande atuação de sua oposta, que marcou 17 pontos, o Volero Zurich venceu o Rexona-SESC por 3 sets a 0, na disputa do terceiro lugar da competição, e ficou com o bronze. Este confronto marcou a despedida da levantadora Fofão das quadras.

Tabela do mundial de clubes (horário de Brasília)
Grupo A
Dinamo Moscow 0 x 3 Vakifbank Istanbul (22-25, 19-25, 18-25)
Rexona-SESC 3 x 1 Hisamitsu Springs (25-16, 20-25, 25-16, 25-21)
Rexona-SESC 0 x 3 Vakifbank Istanbul (17-25, 15-25, 25-20, 15-25)
Hisamitsu Springs 0 x 3 Dinamo Moscow (9-25, 19-25, 20-25)
Rexona-SESC 3 x 1 Dinamo Moscow (25-23, 23-25, 25-23, 25-23)
Vakifbank Istanbul 3 x 0 Hisamitsu Springs (25-17, 25-21, 25-22) 
Grupo B
Vôlei Nestlé 3 x 0 Nec Red Rockets (Japão) (25-11, 25-17, 25-19)
Volero Zurich 3 x 0 Eczacibasi Istanbul (Turquia) (25-22, 25-20, 26-24)
Vôlei Nestlé 1 x 3 Eczacibasi Istanbul (21-25, 25-20, 16-25, 14-25)
Nec Red Rockets 0 x 3 Volero Zurich (23-25, 17-25, 24-26)
Vôlei Nestlé 0 x 3 Volero Zurich (25-27, 22-25, 18-25)
Eczacibasi Istanbul 3 x 0 Nec Red Rockets (25-22, 25-22, 25-16) 
Semifinais
13/5 - Volero Zurich x Rexona-SESC, 3h40
13/5 - Vakifbank Istanbul x Eczacibasi Istanbul, 7h
Finais
14/5 - Disputa pelo 3º lugar, 3h
14/5 - Disputa pelo título, 7h10

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade