+ Notícias

  • Crédito: CBV

    Roberta e Dani Lins: equilíbrio da decisão começa pelas levantadoras.

Com as mãos no título

Dani Lins e Roberta comandam Vôlei Nestlé e Rexona-SESC, que decidem o campeonato no domingo
Por: Altair Santos - 18/04/2017 23:37:40
2.378 visualizações

Literalmente, o título da temporada 2016/2017 da Superliga feminina vai passar pelas nãos de Dani Lins e Roberta – respectivamente, as levantadoras do Vôlei Nestlé e do Rexona-SESC. As duas estarão frente a frente na decisão de domingo, às 10h, na arena Barra da Tijuca, no Rio.

No Rexona-SESC, Roberta comandou o time carioca como titular durante toda a Superliga. Aos 26 anos, a jogadora soma cinco títulos da Superliga e fala de sua expectativa para a final. "É um jogo que promete um espetáculo para o público. São dois grandes times, com boas jogadoras e cada uma delas com muita vontade de vencer. Será um jogo de detalhes e acredito que poucos erros e tranquilidade serão fundamentais", afirmou.

Em seu primeiro ano como titular absoluta do Rexona-SESC, Roberta elogia Dani Lins e Dani Lins elogia Roberta. “Tive a sorte de jogar com ela na minha primeira temporada no Rexona-SESC e sempre a admirei. Ela é a melhor levantadora da atualidade", diz. A recíproca é verdadeira. “Ela tem um futuro incrível pela frente e desde que assumiu a titularidade no Rexona-SESC se mostrou uma jogadora forte, guerreira e com capacidade de comandar muito bem o time”, elogia Dani Lins.

A levantadora do Vôlei Nestlé avalia que o time chega forte na final. “Nosso time entrou como a quarta força nessa Superliga, mas conseguimos jogo a jogo evoluir e nos classificamos bem. Temos uma equipe muito unida e isso é um diferencial. Todas nesse grupo têm o mesmo objetivo, e isso é muito importante", ressalta.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade