+ Notícias

  • Crédito: Alessandro Pinheiro/amovoleibol.com.br

    Brasil venceu o primeiro amistoso contra a República Dominicana.

Seleção Brasileira vence com tranquilidade

Com performance eficiente no bloqueio e no saque, time feminino passa pelas dominicanas
Por: Alessandro Pinheiro, de São José dos Pinhais - 27/05/2016 22:39:17

Nesta sexta-feira, o Brasil começou de maneira positiva o caminho rumo aos Jogos Olímpicos Rio 2016. No primeiro amistoso da temporada, a seleção venceu com facilidade a República Dominicana por 3 sets a 0 (25/12, 25/20 e 25/21), no Ginásio Max Rosenmann, em São José dos Pinhais-PR. Destaque para atuação de Natália, Adenízia e Tandara, que desequilibraram nos quesitos bloqueio e saque. 

O Brasil iniciou jogo com Juciely, Dani Lins, Fernanda Garay, Adenízia, Tandara e Natália, e foi a camisa #12 que contribuiu com mais pontos para a seleção abrir uma boa vantagem no começo do primeiro set (6/2). O time brasileiro tinha um bom ritmo de jogo, com o bloqueio tocando na maioria das bolas atacadas pela República Dominicana. Foram cinco pontos neste quesito. A defesa brasileira também estava bem posicionada no fundo da quadra, mantendo a bola sempre viva.

O time de José Roberto Guimarães teve uma ótima passagem pelo saque, destaque para Natália e Tandara, que sacavam forte e certeiro, o que dificultou a recepção das dominicanas. Com o adversário totalmente dominado, o Brasil foi massacrante no primeiro set e venceu por 25/12.

Segundo set

Gostando do que estava vendo dentro de quadra, José Roberto Guimarães voltou com a mesma formação para o segundo set. O time da República Dominicana voltou melhor e pela primeira vez equilibrou o placar da partida. O bloqueio brasileiro não surtiu o mesmo efeito da parcial anterior, desempenho que preocupou o técnico Zé Roberto. A República Dominicana liderou o placar durante o primeiro tempo técnico (8/6).

Com um desempenho melhor, as dominicanas estavam forçando mais o saque, marcando dois pontos no quesito com a ponteira De La Cruz, e deixando o torcedor apreensivo no Ginásio Max Rosenmann. O Brasil melhorou o desempenho na recepção e o bloqueio duplo formado por Adenízia e Tandara começou a aparecer, deixando a parcial equilibrada (19/19).

Na parte final, José Roberto Guimarães colocou a ponteiras Monique e a levantadora curitibana Roberta na partida, que ajudou o Brasil a marcar três pontos seguidos na sua passagem pelo saque. A equipe ganhou confiança, abriu uma vantagem de quatro pontos e fechou o segundo set (25/20).

Terceiro set

O terceiro set iniciou com o Brasil mantendo o ritmo do final da parcial anterior, colocando uma diferença de três pontos no placar. Antes e durante os tempos técnicos, o animador de torcida distribuía presentes para a galera que estava no Ginásio Poliesportivo Max Rosenmann. E a levantadora Dani Lins fazia o mesmo com as suas companheiras, com passes preciosos que facilitavam o trabalho das atacantes.

A disparidade técnica entre as equipes era muito grande. A seleção brasileira reencontrou o ritmo dominador do primeiro set e liderava com folga. Empolgada com o jogo, a torcida de São José dos Pinhais pediu a ponteira Sheilla, que passou quase a partida toda no banco de reserva. O pedido foi atendido no momento final da partida. A experiente jogadora entrou e contribui com a vitória no terceiro set e na partida, 25/21.

No domingo, o Brasil faz o segundo amistoso contra a República Dominicana, no Ginásio Max Rosenmann, em São José dos Pinhais, às 10h30.

 

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade