+ Notícias

  • Crédito: CBV

    Bernardinho: 15 título relevantes pelo voleibol masculino, fora os pódios.

Será difícil igualar Bernardinho

Técnico é o mais vitorioso à frente da seleção masculina, e foi ao pódio também com a feminina
Por: Redação - 11/01/2017 17:34:28

Bernardo Rezende, 57 anos, saiu da condição de levantador eficaz para se tornar um técnico quase insuperável em sua capacidade de ganhar títulos. Surpreendeu ao se tornar treinador de time, até assumir a seleção feminina para os jogos olímpicos de 1996 (Atlanta-EUA). Foi bronze, e repetiu o 3º lugar em Sydney (2000).

Mesmo não ganhando títulos olímpicos, Bernardinho foi o responsável por tirar da seleção feminina a “síndrome do vira-lata”, por sempre se amedrontar diante adversários mais tradicionais. Foi assim que o Brasil perdeu o medo de jogar contra Peru, Cuba, Estados Unidos, Rússia, Japão, Itália, Coreia e China – rivais que antes impunham medo ao time feminino.

Seus métodos quase militares de comandar as meninas o levaram a assumir a seleção masculino para o ciclo olímpico de 2004. Foi, então, que vieram as grandes conquistas: oito vezes campeão da Liga Mundial, três campeonatos mundiais (2002, 2006 e 2010), duas Copa do Mundo e dois ouros olímpicos (2004 e 2016) e duas pratas (2008 e 2012). Bernardinho se despede, literalmente com a sensação de dever cumprido.

Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *